TROCAR DE INSTITUIÇÃO:
Página Inicial
08/09/2021 09:41
Atraso na segunda dose da vacina contra Covid-19 em Minas Gerais
TCE identifica que mais de 800 mil mineiros estão atrasados com a segunda dose da vacina contra Covid-19
O Tribunal de Contas de Minas Gerais identificou que mais de 800 mil mineiros ainda não tomaram a segunda dose da vacina contra a Covid-19 no Estado, ao analisar os dados do Vacinômetro e do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI). Após a constatação, o TCEMG emitiu um ofício aos 853 municípios mineiros para que os prefeitos tomem providências para o bom desempenho do ciclo completo de vacinação. Clique aqui e veja o ofício. 
Entre as orientações do Tribunal está a identificação das pessoas que estão com a segunda dose em atraso, contatar essas pessoas para que elas tomem a segunda dose e promover, dentro da realidade de cada cidade, campanhas publicitárias sobre a importância do esquema vacinal completo. “É necessário que seja implementado, com urgência, o trabalho de busca ativa das pessoas que não receberam a dose complementar do imunizante, ação essa extremamente oportuna para garantir a efetividade da vacinação prezando pelo bem-estar dos munícipes” disse o presidente do Tribunal, no ofício. 
Além disso, o TCEMG reforçou a importância de que os municípios mantenham os dados do Vacinômetro, do governo estadual, e o SI-PNI, do governo federal, sempre atualizados, sobretudo em relação à segunda dose. O ofício reforça que “a transparência e a publicidade dos dados coletados poderão servir de indicadores epidemiológicos para definição de distribuição das doses relativas às próximas remessas de vacinas, ou para outras políticas públicas cabíveis”. 
O levantamento foi feito pela Coordenadoria de Auditoria de Municípios, pela Diretoria de Controle Externo de Municípios e pela Superintendência de Controle Externo.