TROCAR DE INSTITUIÇÃO:
Página Inicial
18/06/2021 12:12
Distritos de Belém recebem fiscalização do TCMPA na campanha
Distritos de Icoaraci e Outeiro, na capital paraense, receberem a visita da equipe técnica da DIPLAMFCE-TCMPA.
 

As fiscalizações do Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCMPA) na campanha de vacinação da Covid-19 seguem na capital e no município de Bragança, no nordeste paraense. Nesta quarta-feira (17), foi a vez dos distritos de Icoaraci e Outeiro, na capital, receberem a visita da equipe técnica da Diretoria de Planejamento, Assessoramento, Monitoramento, Fiscalização e Controle Externo do TCMPA.

Em Icoaraci, a auditoria foi feita em dois postos de vacinação: na Igreja Quadrangular e na Paróquia São João Batista e Nossa Senhora das Graças. Já em Outeiro, a fiscalização ocorreu na Escola Bosque.

A equipe técnica do TCMPA tem avaliado critérios específicos para garantir que todo o processo de vacinação seja feito da melhor maneira possível, sem causar problemas à população, como explica a diretora de Fiscalização e Controle Externo da Corte de Contas, Miryam Albim.

“Temos procurado avaliar principalmente as condições de armazenamento, e como estamos observando, não há uma uniformidade. Em muitos postos a gente identifica que, muitas vezes, se corre um risco por não ter um cuidado adequado. A gente observa também os procedimentos de aplicação da vacina, se são padronizados, além do cadastro e registro das informações”, esclareceu ela.

A diretora do Tribunal informou ainda que um ponto específico tem preocupado durante as verificações. “O que a gente tem mais identificado é que o volume de pessoas, até por conta da faixa etária ter caído, aumentou muito e não houve um pensar adequado na formação das equipes de trabalho para atender essa demanda crescente. Isso traz toda uma cadeia de problemas, na própria logística de vacinação”, afirmou a diretora Miryam.

Para a população, as fiscalizações representam uma segurança para que tudo ocorra sem problemas. “Acho muito importante essa fiscalização, nos deixa bem mais seguros dos nossos direitos. E apesar do tempo de espera, cheguei 7h e tomei a vacina 11h, achei bem organizada a vacinação”, disse Adenilza Alves, moradora de Icoaraci.

A ação integra a nova etapa do Plano de Monitoramento das Ações Públicas da Saúde Municipal no Estado do Pará para Enfrentamento da Pandemia do “Novo Coronavírus”, no exercício de 2021.